Vendas on-line crescem 47% no país em abril

A disseminação do novo coronavírus mudou drasticamente a rotina de consumo dos brasileiros e intensificou as compras on-line por causa da imposição do isolamento social para conter o avanço da doença.

Passado o susto inicial com a situação, depois de queda de 20% no início da pandemia, o e-commerce brasileiro registrou crescimento de 47% no faturamento no mês de abril. O levantamento – feito pela Associação Brasileira de E-Commerce (ABComm) e pela Konduto – teve como base 25 milhões de pedidos de produtos físicos feitos em quatro mil lojas virtuais entre 1º de março e 25 de abril.

Os dados mostram que, no início da quarentena – entre 15 e 28 de março –, três setores se destacaram positivamente. Com as escolas fechadas e as crianças dentro de casa, o segmento de brinquedos teve alta de 434,7% nos pedidos. Supermercados também registraram aumento de 270,16%, tendo em vista que os vendas virtuais se tornaram excelente opção para quem não quer sair de casa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Índice de Preços ao Produtor sobe 1,43% em maio, aponta IBGE

Angicos: Serviços técnicos interromperão fornecimento de energia nos dias 13 e 20 deste mês

Prefeitura investe em saúde com implantação de novas academias ao ar livre em Angicos