segunda-feira, 9 de abril de 2018

Sistema Fecomércio RN trabalhará potencial do ecoturismo em parceria com a Alemanha

O potencial do ecoturismo para o desenvolvimento econômico no Rio Grande do Norte foi tema de visitas técnicas e treinamento, promovido Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, dentro da parceria mantida com o estado alemão da Renânia Palatinado.

Entre os dias 26 de março e 06 de abril, a entidade recebeu o especialista alemão Hans-Peter Sattler, que conheceu in loco espaços naturais dos municípios de Natal, Tibau do Sul, Serra de São Bento e São Miguel do Gostoso. 

As realidades que ele encontrou serviram de base para a finalização do conteúdo do Treinamento “Desenvolvimento de Destinos Turísticos Naturais e Certificação”. Ao longo de uma semana, ele apresentou cases internacionais no segmento, e estratégias para estruturar e desenvolver o ecoturismo no estado.

Participaram representantes dos municípios visitados, bem como do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), Secretaria do Estado do Turismo do RN, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e técnicos do Senac.

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, explicou que essas ações integram uma extensa agenda de trabalho, fruto da cooperação internacional.

“Desde 2009, o Sistema Fecomércio RN desenvolve parceria com o estado alemão da Renânia Palatinado. Nos últimos dois anos, foi formato um projeto intitulado ‘Verena’, por meio do qual temos implementados diversas iniciativas, sob coordenação do Senac RN e participação de entidades ligadas ao turismo e prefeituras locais. Queremos avançar cada vez mais e gerar resultados efetivos para a nossa economia”, afirmou.

Para o secretário de turismo de Serra de São Bento, Clovis Magdiel Figueiredo do Amaral, a iniciativa vai contribuir com a região. “Pudemos conhecer outras experiência e possibilidade de desenvolvimento de projetos sustentáveis. Estamos iniciando um núcleo de conservação, com criação de um parque, inspirados no que vimos durante a Missão Técnica da Fecomércio na Alemanha, ocorrida no ano passado”, disse.

Para o proprietário do santuário ecológico de Pipa, David Maurice Hasset, a expertise do consultor internacional deixou claro que há como avançar. “Basta que optemos por essa mudança de postura. Comprovamos aqui que o que mais se destaca é importância da paisagem para atração de visitantes. Mas é preciso atuar com respeito ao meio ambiente. Temos paisagens espetaculares no nosso estado. Isso pode e deve ser trabalhado com planos de desenvolvimento sustentável”, defendeu.

Segundo o consultor Hans-Peter Sattler, há inúmeras oportunidades a serem estruturadas no Rio Grande do Norte. “Este momento deve servir como um ponta pé inicial para as entidades e prefeituras. A partir de agora, a palavra-chave é ‘continuidade’. É preciso desdobrar as discussões e planos de ação que elaboramos ao longo dos últimos dias, pois o potencial é imenso”, afirmou.

Currículo

Formado em Hotelaria e Gastronomia com mestrado em Business Coaching & Change Management, o professor Hans-Peter Sattler tem experiência na realização de treinamentos sobre o desenvolvimento de destinos turísticos em países da Europa, África e América do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário