domingo, 9 de abril de 2017

Segundo a ciência, conversar com seu cachorro indica que você é inteligente e criativo

Quem nunca se viu batendo altos papos com seu animal de estimação? Pois de acordo com a ciência, isso é um bom sinal!
Segundo o professor Nicholas Epsey, da Universidade de Chicago, conversar com seu pet indica inteligência e imaginação e pessoas que costumam fazer isso com frequência são mais espertas e criativas.
Ao que tudo indica, bater papo com os animais mostram nosso instinto de companheirismo e desejo de construir um personagem. Isso é chamado cientificamente de antropomorfismo, o que significa dar personalidade a coisas não humanas. Uma vez que os animais não são humanos, sentimos a necessidade de dar a eles uma personalidade para nos sentirmos mais ligados a eles.
A maioria de nós faz isso durante a juventude, mas na vida adulta, muitos deixam de lado esse hábito. Aqueles que continuam a criar diálogos e situações com os bichinhos são os indicados como mais inteligentes.
“Nós nomeamos com frequência objetos como carros, instrumentos, barcos e câmeras, todos itens que desenvolvemos relações especiais e consideramos uma extensão de nossa identidade”, afirma Epsey a “Quartz”. Ele completa dizendo que isso vai além de só dar nome as coisas, mas também quando associamos ações a animais e objetos: como interpretar o comportamento de nossos bichos ou falar com o carro quando ele não quer ligar, por exemplo. Isso indica autoconhecimento e formação de identidade.
“Isso indica que temos uma ativa, inteligente e social cognição de programar o cérebro para ver e compreender mentes”, completa. Em resumo, falar com o animal de estimação significa ter uma imaginação sólida e capacidade de associar mentalmente uma personalidade a eles, fazendo que se tornem mais próximos a nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário