terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Flávio Rocha: “Encontramos no RN o pior ambiente de todos”


flavio_rocha

A Tribuna do Norte destacou as duras críticas ao excesso de burocracia, carga tributária e trabalhista, feitas pelo presidente da Riachuelo e vice-presidente do grupo Guararapes, Flávio Rocha, ao afirmar que o Rio Grande do Norte é o pior estado para quem quer empreender. A revisão das metas do Pró-Sertão, programa de facções de costura no interior do Estado, é um dos exemplos apontados pelo empresário. A meta de criar 300 facções para atender a demanda de produção com a ampliação da rede de lojas da Riachuelo foi revista e, segundo Rocha, para 2016 serão 70 facções e “a tendência é estacionar”.
“A hostilidade do ambiente de negócios no Rio Grande do Norte parece ter incorporado ainda mais uma cultura-modelo de dificultar o empreendedorismo do que no restante do país que já é bastante difícil”, afirmou o empresário. Apesar da redefinição de metas e redução de abertura de novas lojas, o grupo deverá fechar o ano com recorde em investimentos com R$ 450 milhões e crescimento de 9%. E se prepara para enfrentar o fim da “década do varejo” e um 2016 de dificuldades. O empresário participou ontem, em Natal, da 17ª Convenção do Comércio e Serviços do RN, no Teatro Riachuelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário