sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Banco Suíço bloqueou US$ 2,4 milhões de Eduardo Cunha

O banco Julius Baer informou às autoridades suíças que bloqueou US$ 2,4 milhões – cerca de R$ 9,3 milhões – em contas que seriam do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e de familiares dele. Os extratos bancários foram enviados pelo Ministério Público da Suíça à Procuradoria Geral da República brasileira nesta quarta-feira (7).
Cunha também é investigado na Operação Lava Jato e, em agosto, foi denunciado pela Procuradoria Geral da República no Supremo Tribunal Federal (STF) sob a acusação de que teria se beneficiado do esquema de corrupção na Petrobras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário