quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Claro, Vivo e Oi podem pagar R$ 39 bilhões pela TIM

Os rumores da compra e divisão da TIM entre suas concorrentes ganhou um novo capítulo nesta quarta-feira, 10. A agência Bloomberg diz que Claro, Oi e Vivo já planejam uma oferta de cerca de US$ 15 bilhões, equivalente a cerca de R$ 39 bilhões, pela TIM. Segundo as fontes do site Olhar Digital, o acordo deve ser mediado pelo banco BTG Pactual. Caso a proposta se confirme, a divisão não deve ser igualitária. Apenas 25% deve ficar com a Oi, enquanto Claro e Telefônica (dona da Vivo) devem repartir o restante. A entrada da Vivo no negócio, porém, ainda seria condicionada ao parecer do governo sobre a compra da GVT.
O valor parece ter aumentado desde a última especulação a respeito da transação. No final de outubro a Folha de S. Paulo noticiou que o valor poderia chegar a R$ 31,5 bilhões, o que seria o maior negócio da história do setor no Brasil. Se tudo correr como o previsto e a TIM realmente for comprada e dividida, a Anatel terá como atribuição definir como será feita a divisão dos clientes, regulando também se Claro, Vivo e Oi deverão oferecer os mesmos planos e condições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário