quarta-feira, 22 de outubro de 2014

UFRN tem projetos de combate à desertificação aprovados pelo BNB

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) divulgou a lista com os 23 projetos aprovados no edital de Apoio à Pesquisa e Difusão de Tecnologia de Combate à Desertificação e/ou Convivência com o Semiárido, entre estes, dois são da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Com recursos advindos do BNB, a Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) desenvolverá estratégias para conservação e melhoramento genético de caprinos da raça Canindé. Já a UFRN foi comtemplada por meio do projeto Faveleira, que pretende executar estratégias para agregar valor e renda à produção forrageira do semiárido.
Além da UFERSA e da UFRN, também, foram contemplados os projetos da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), a qual trabalhará com desenvolvimento de estratégias de manejo para o controle de pragas, e o da Fundação Universidade de Pernambuco, que visa potencializar o uso do óleo de semente de abóbora nas formulações de ivermectina (droga antiparasita utilizada no combate a verminoses, carrapatos e piolhos) para a prática veterinária. O projeto será desenvolvido também na Paraíba e em Pernambuco.
Este edital dará apoio a pesquisas que beneficiam todos os estados do Nordeste e ainda São Paulo e Minas Gerais. Os recursos a serem investidos nos projetos de combate à desertificação são oriundos do Fundo de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNDECI), gerido pelo Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (ETENE), órgão vinculado ao Banco do Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário