sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Presidente da Câmara discutiu contribuição previdenciária de servidores aposentados

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, disse que vai levar à discussão do colegiado de líderes, assim que forem retomados os trabalhos na Casa, dia 14 de outubro, a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 555 – que acaba com a cobrança de contribuição previdenciária de servidores aposentados – e do Projeto de Lei 4434/08, sobre reajuste de benefícios previdenciários. O compromisso de Henrique Alves foi firmado em documento, nesta sexta-feira (19), durante o Encontro Nacional de Federações e Entidades de Base, realizado em Natal. O evento reuniu associações ligadas aos aposentados. Também participaram do evento o ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, e o senador Paulo Paim (PT-RS).
“O poder legislativo é independente. Quando me elegi, não foi para ser engavetador de projetos. A questão dos aposentados é uma das mais justas do país. Já esperei demais. Quem está falando aqui é o presidente da Câmara dos Deputados, com responsabilidade”, afirmou Henrique Alves, sob aplausos das pessoas que estavam na plateia erguendo faixas com as reivindicações da categoria. Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, a PEC 555 está pronta para ir ao Plenário. A proposta está tramitando na Câmara desde 2010 e vai reduzir 20%, a cada ano, sobre o total cobrado dos inativos, até extinguir completamente a taxação após os 65 anos de idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário