terça-feira, 26 de agosto de 2014

Até o final do ano cerca de 8 mil vagas serão abertas em concursos públicos no Brasil

Pelo menos oito órgão estão aguardando a autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para a realização de seus concursos públicos. Caso recebam o aval do Ministério, serão 8.749 mil vagas oferecidas para o final deste ano e início do próximo. As oportunidades serão para profissionais de todos os níveis de escolaridades e para diversos estados do país. Confira a lista dos órgão que aguardam a autorização do MPOG.
IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) enviou um pedido de autorização ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), para a realização de um novo concurso com 1.500 vagas para os níveis médio e superior que devem ser preenchidas ainda este ano.
Do total de oportunidades, 1.044 são para técnicos, de nível médio, e cerca de 300 para os cargos de analista, de nível superior. O objetivo do órgão é recompor o quadro de funcionários efetivos, devido ao alto número de pedidos de aposentadoria nos últimos anos. As remunerações podem variar de R$3.186,10 a R$8.303,24, dependendo da escolaridade exigida pelo cargo e da titulação do aprovado.
INSS
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) solicitou o preenchimento de 4.730 vagas ao Ministério do Planejamento. Caso o pedido seja aprovado, 2 mil vagas serão para técnico do seguro social, 1.150 para médico perito e outras 1.580 vagas serão para analista do seguro social. O cargo de técnico do seguro social requer o nível médio e tem remuneração de R$
4.400,87.
A função de perito médico exige graduação em Medicina e inscrição no conselho regional da categoria e os salários são R$10.056,80. Já o cargo de analista requer formação superior (várias áreas) e tem rendimentos de R$7.147,12, sendo R$373 de auxílio-alimentação.
Fiocruz
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) fez a solicitação de um concurso com 600 vagas para os níveis médio, médio/técnico e superior ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). As oportunidades serão nas carreiras de assistente técnico de gestão (30) técnico em saúde pública (70), tecnologista em saúde pública (300), analista em gestão pública (50), pesquisador (130) e especialista (20). A seleção será para o Rio de Janeiro e outras 11 unidades da instituição. Os salários não foram divulgados.
Ministério da Cultura
O Ministério da Cultura (MinC) aguarda o aval do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), para dar início aos preparativos do concurso com oferta inicial de 229 vagas.
Do total de oportunidades, 89 vagas são de nível médio e 140 do superior, em cargos como assistente e agente administrativos, assistente de pesquisa, técnico em Contabilidade, economista, arquivista, contador, estatístico, psicólogo e restaurador. Este ano, o MinC paga aos seus servidores, em início de carreira, R$3.440,42, R$5.145,22, R$6.320,71 e R$6.330,28, dependendo da função.
ANTT
A Agência Nacional de Transportes (ANTT) está com o pedido de concurso para 670 vagas em análise desde o dia 10 de junho no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).
Caso autorizado, o concurso abrangerá as carreiras de técnico administrativo e técnico em regulação de serviços de transportes terrestres, ambas de nível médio, além de analista administrativo e especialista em regulação de serviços de transportes terrestres, que exigem graduação.
As remunerações atuais dos cargos são de R$5.791,25 para técnico administrativo, R$6.047,25 para técnico em regulação, R$10.916,90 para analista administrativo e R$11.776,90 para especialista em regulação. Em todos os valores estão incluídos os R$373 d0 auxílio-alimentação.
Anvisa
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também tem um pedido de concurso tramitando no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). A autarquia pretende abrir 120 vagas de técnico administrativo, com exigência de nível médio.
Com remuneração de R$5.791 e contratação estatutária, ou seja, com garante estabilidade, a tendência é que a seleção atraia candidatos de vários estados, ainda que a previsão inicial indique lotação apenas no Distrito Federal.
ANA
A solicitação da Agência Nacional de Águas (ANA) para selecionar graduados em várias formações já tramita em última instância no Ministério do Planejamento (MP). As oportunidades são para o cargo de analista administrativo, cuja remuneração é de R$10.916,90.
De acordo com o Folha Dirigida, o concurso poderá contemplar também biólogos e engenheiros, os ganhos das carreiras são compostos pelo salário-base de R$5.235,90 mais a gratificação de desempenho de R$5.308, e pelo auxílio-alimentação de R$373.
MTE
O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) solicitou ao Ministério do Planejamento, a autorização para a realização de uma seleção para o preenchimento de 800 vagas de auditor-fiscal do trabalho (nível superior) e 100 vagas para analista técnico de políticas sociais. Na atual tabela de remuneração dos servidores federais consta que o salário inicial de R$ 14.965,44 para auditor-fiscal do trabalho e de R$ 5.466,53 para analista técnico de políticas sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário