quarta-feira, 14 de maio de 2014

Dono da TelexFree pode ter fugido para o Brasil

O Globo destaca que autoridades americanas suspeitam que um dos proprietários da TelexFree tenha fugido para o Brasil, de onde não haveria obrigação de ser extraditado. De acordo com o jornal “The Boston Globe”, Carlos Wanzeler, de 45 anos e que tem dupla cidadania, americana e brasileira, teria deixado sua casa em Northborough e fugido para o Brasil, passando antes pelo Canadá.
Segundo o jornal, Wanzeler teve quatro semanas para fugir entre a operação que invadiu o escritório da TelexFree em Marlborough e a sexta-feira passada, quando investigadores do Departamento de Segurança Interna prenderam o sócio dele, James Merrill, de 53 anos, em Worcester.
Os dois foram acusados na sexta-feira passada de conspiração para fraude na internet, já que a TelexFree vendia planos de serviço telefônico, mas crescia globalmente graças a um esquema de pirâmide, levando milhares de pessoas em diferentes partes do mundo a investir na companhia. Wanzeler já é considerado fugitivo pelo Departamento de Justiça americano e um mandado de prisão foi expedido na sexta-feira.
De acordo com o “Boston Globe”, Merrill e Wanzeler podem ser condenados a 20 anos de prisão. Eles se conheceram na década de 1990, quando Wanzeler e sua família procuravam emprego na empresa de limpeza de Merrill. Os dois se tornaram parceiros comerciais no ramo de limpeza e depois migraram para o setor de telecomunicações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário