domingo, 13 de abril de 2014

Caso F Gomes: acusado de participar na morte de jornalista foi condenado a 14 anos de prisão

gordo sentença
Foi condenado a 14 anos de reclusão em regime fechado, Lailson Lopes, o “Gordo da Rodoviária”. Ele é acusado de participar do assassinato do jornalista caicoense Francisco Gomes de Medeiros, o F Gomes. O crime aconteceu em 18 de outubro de 2010, no bairro Paraíba, em frente à residência da vítima. O advogado de Lailson, Anesiano Ramos, pretende recorrer da decisão. A sentença do juiz Luiz Candido Villaça foi anunciada na tarde deste sábado (12).
Durante o julgamento a defesa do réu usou a tese de que não havia provas de que o “Gordo” não tinha envolvimento no caso. Em seu depoimento Lailson imputou culpa ao pastor Gilson Neudo do Amaral, o advogado Rivaldo Dantas e ao tenente-coronel Marcos Moreira. Estes também foram citados durante a instrução do processo. A acusação investiu na tese de que Lailson intermediou todo o esquema que levou João Francisco dos Santos, o “Dão”, a assassinar F Gomes. Segundo o Código Penal, mediante promessa de recompensa, à traição e sem defesa para a vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário