segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Município de Pedra Preta pode sofrer tremor de alta magnitude

Depois de alguns dias sem disparar, o sensor de tremores da estação de Riachuelo registrou mais um evento em Pedra Preta neste final de semana, às 21h49 do dia 10 de novembro. O tremor teve magnitude de 1.6, considerado baixo. Nos últimos 20 dias já foram registrados mais de 500 abalos – o maior deles com magnitude 3.7. Não há como prever, mas sismólogos que estão acompanhando as recentes atividades incidentes no município de Pedra Preta alertam que a situação dos moradores pode piorar.
Segundo Joaquim Ferreira, sismólogo e chefe do Departamento de Geofísica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é impossível prever como a atividade sísmica de um território irá evoluir. “Esses dias de pausa podem significar tanto o início de um período de baixa intensidade quanto um período de acumulação de energia, precedendo um evento de maior magnitude”, disse.
“Como não podemos prever, é importante preparar a população para situações mais graves. Já registramos que muitas casas sofreram danos e estão com rachaduras bastante expostas. Se nos próximos dias surgir um tremor com magnitude maior que 3.0, algumas dessas casas podem não resistir mais”, avaliou Joaquim Ferreira.
JH

Nenhum comentário:

Postar um comentário