quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Melão do RN ganha selo que atesta exclusividade do produto potiguar

O melão amarelo produzido em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, foi contemplado com um selo que garante identidade e exclusividade à fruta potiguar. A conclusão do processo durou quatro anos de pesquisas e estudos. A certificação em questão é de Indicação Geográfica de Procedência, concedido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).
De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RN), que realizou os estudos junto ao Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (Coex), a Indicação Geográfica é um certificado que atesta a procedência regional e a qualidade de um produto, garantindo proteção e diferenciação no mercado. O certificado garante maior credibilidade do produto junto ao mercado e potencializa o valor comercial.
Ao delimitar a área de produção e restringir o uso do produto aos produtores da região (normalmente reunidos em entidades representativas), a IG ajuda a manter os padrões de qualidade do produto e impede que outras pessoas utilizem o nome da região em produtos ou serviços indevidamente. O melão de Mossoró foi contemplado com o registro de Indicação de Procedência, que é um tipo de IG que se refere ao nome do local que se tornou conhecido por produzir, extrair ou fabricar determinado produto ou prestar determinado serviço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário