quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Ministro admite que atraso em obras pode comprometer Copa

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, admitiu que o atraso das obras previstas para a Copa do Mundo podem comprometer o evento marcado para 2014. No caso dos estádios, há problemas em questões de acessibilidade, segurança e mobilidade. Rebelo, no entanto, considerou positivo o saldo da Copa das Confederações, disputada em junho, tanto na questão da segurança, como em relação às conquistas econômicas, em especial com a geração de empregos e renda.
A Copa das Confederações deixou lições, diz o ministro. Entre elas, a de que a antecipação de operações resulta em eficiência. “Creio que a principal [lição] é a necessidade de cumprimento do cronograma e do calendário. Quando atrasam, as obras comprometem todos eventos que [elas] antecedem. No caso, a Copa das Confederações e, no futuro, a Copa do Mundo. Comprometem a eficiência, a segurança, o conforto. E os estádios respondem naturalmente com problemas na acessibilidade, no reconhecimento dos locais, na segurança e na mobilidade”, disse Rebelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário