quinta-feira, 25 de julho de 2013

Tradicional Feirinha reúne caicoenses em confraternização

Da Tribuna do Norte
feirinha de santana
Os caicoenses ausentes da cidade ou não, se reúnem todos os anos na Festa de Sant’Ana, na última quinta-feira do evento para se confraternizar no largo da Catedral. Nesse dia é realizada a Feirinha de Comidas Típicas, um evento tradicional. A data precisa de quando começou, não é conhecida, mas, o que se sabe é que o evento virou tradição, e para os organizadores não se pode imaginar a comemoração em honra da padroeira do Seridó, sem a Feirinha.
Um dos organizadores é o contador, Péricles Carrero. Ele disse que a abertura está prevista para às 9h com a palavra do pároco, monsenhor Edson Medeiros. São esperadas 15 mil pessoas passando pelo local do evento durante todo o dia.
Nas barracas montadas pela comissão organizadora da festa, pelo menos 20, são vendidas as comidas típicas como churrasco, arroz de leite, feijão verde, paçoca, carneiro, buchada, xerém, sarapatel, vatapá de camarão, fritada com xerém, creme de galinha, krep’s, queijo, doces, bolos e filhós com mel, entre outros.
Além da degustação da culinária seridoense, as pessoas que participam da Feirinha, aproveitam para se reencontrar e confraternizar. Os familiares em suas casas ao lado da Igreja Mãe da Diocese se preparam e passam o dia recebendo convidados residentes em outros estados e demais cidades do Rio Grande do Norte.
Sobre a história da Feira, monsenhor Antenor Salvino de Araújo, pároco emérito de Sant’Ana, afirma que começou há pelo menos 50 anos, não sabendo afirmar uma data com precisão. As primeiras barracas foram montadas na Rua Manoel Vale, no centro da cidade, mais afastada da Catedral. Somente quando o bispo de Caicó era Dom Heitor de Araújo Sales, é que o local mudou. O Conselho Administrativo criado na Paróquia do Monsenhor Antenor Salvino é o responsável pela Feira e diversos outros eventos da Festa. “Aos poucos, com o passar dos anos, o evento se modificou, crescendo mais e mais, chegando ao que é atualmente”, disse ele.
As pastorais com atuação na Paróquia de Sant’Ana, como Grupo de Catequese, Apostolado da Oração, ECC, Equipes de Nossa Senhora, e instituições como o Lions, é que ocupam as barracas com a venda das comidas. Durante a Feirinha de Sant’Ana, devem visitar o local  inúmeros prefeitos, deputados, vereadores, senadores. As principais lideranças políticas do Estado se encontram em Caicó, neste dia. A governadora Rosalba Ciarlini não virá devido agenda na Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário