segunda-feira, 20 de maio de 2013

Governo federal desmente boato sobre fim do Bolsa Família e Polícia Federal vai investigar origem

Da Folha Uol:


A Polícia Federal vai investigar a origem da onda de boatos, iniciada na tarde de sábado, de que o governo federal iria suspender o Bolsa Família.
A boataria levou a uma corrida a caixas eletrônicos de capitais do Nordeste por beneficiários que, assustados, tentaram sacar o benefício. Há relatos iniciais de confusão em Alagoas e Maranhão, por exemplo.
A PF foi acionada pelo ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) a partir de um pedido de Tereza Campello, titular do Desenvolvimento Social.
Mais cedo, Campello havia divulgado nota negando que haja quaisquer mudanças no Bolsa Família, e que o cronograma de pagamentos segue o mesmo.
Balanço preliminar da Caixa Econômica Federal, que paga os benefícios, é de que o boato atingiu ao menos sete Estados.
Os mais afetados foram Bahia, Paraíba, Pernambuco, Pará, Ceará, Piauí e Rio de Janeiro. Nem o banco nem o Ministério do Desenvolvimento Social divulgaram um balanço preciso da extensão do problema.
O programa, carro-chefe na área social do governo federal, atende 13,8 milhões de famílias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário