segunda-feira, 27 de maio de 2013

Conselho Federal de medicina propõe regras para estrangeiros atuarem no Brasil


Em resposta à intenção do governo federal de atrair ao país mais médicos formados no exterior, o Conselho Federal de Medicina preparou uma proposta de critérios a serem seguidos. 
"O CFM admite a importação de médicos formados no exterior, desde que os candidatos sejam aprovados em exames de validação de diplomas e tenham atestada a fluência em português. Essas duas formas de cobertura assistencial teriam um prazo máximo de 36 meses", diz nota divulgada pela entidade. 
Com deficit na saúde, AP e MA apoiam chegada de médicos estrangeiros
Para ministro, cidades devem melhorar estrutura para receber 'médico importado' 
O detalhamento será entregue ao Executivo. 
Até então, o CFM se posicionava de forma totalmente contrária à vinda do médico que não se submetesse ao Revalida (prova do governo de validação dos diplomas). 
Nessa proposta, o conselho diz que a validação deve ser num formato que priorize os conteúdos do Revalida. Um antecedente criminal também deveria ser cobrado. 
A entidade ainda propõe reforçar com brasileiros o Provab, programa que envia médicos para o interior em troca de pontos na residência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário